sexta-feira, 8 de março de 2013

Alguém...por aqui?


Tanto mudou, tanto aconteceu e chego aqui e vejo que as minhas metas continuam iguais, tudo igual.. Que pena.
Não sei como resumir tanto. Curiosamente quem mais eu seguia aqui nos blogs é com quem falo pessoalmente hoje em pequenas trocas de palavras antes de consultas. Para quem não teve essa sorte/azar e ficou a visitar regulamente sem qualquer novidade, peço desculpa.
Este local sempre foi o meu porto de abrigo e não o irei apagar pois são as minhas memórias. São o meu percurso. E que longo que tem sido.
Subo e desço mais depressa que a montanha russa e não tenho onde me apoiar com as tonturas todas. As coisas não estão estáveis. Mas alguma vez o serão?

Terminei a licenciatura, tive a oportunidade de dar aulas perto de onde vivo e inscrevi-me num novo curso, desta vez formação de um ano. Numa escola profissional. Curso de webdesign.
Parecia tudo bem. E voltam medos, fúrias e estupidez atrás de estupidez. Emagreço, engordo, volto a faltar aos meus compromissos. E nem acredito que voltei a escrever aqui…
Alguém ainda lê ou escreve? Nem que seja para desabafar o que nunca se consegue dizer nas consultas?

Tenho esse problema. Falar o que realmente quero. E aqui escrevo resumidamente o que a minha cabeça pensa em forma detalhada. Conversas, desejos, projectos. E não passam de pensamentos. De longas conversas que tenho sozinha que nem as consigo por escritas em papeis e entregar a alguém.

Fica aqui então.
Não sei ao exacto o que irei fazer com este blog daqui para a frente.
Se irei voltar a escrever semanalmente ou apenas mantê-lo vivo.
Espero por quem ainda esteja “vivo” por aqui.

*





7 comentários:

  1. Estará sempre alguém por aqui.
    Feliz/infelizmente. Já me apercebi disso.
    Quanto a consultas, ando a arranjar coragem para marcar uma... mas quanto mais insistem mais retraida fico.
    Ajudam...? Efectivamente ajudam...?
    Entretanto vou vivendo com o "estás bem?" do namorado, que nada mais faz do que ir vivendo com os meus poucos sorrisos que lhe enchem a alma, segundo diz.
    "Porque é que estás sempre triste?" "Foi alguma coisa que eu fiz?"
    Enfim.
    * vai dando notícias

    ResponderEliminar
  2. Tal como referido acima, estará sempre alguém aqui.
    Vidas diferentes, mas sentimentos e problemas tão semelhantes...

    Espero que continues a escrever (se te faz bem claro) e que não abandones o blog como eu.

    Não estamos sós.

    ResponderEliminar
  3. Sempre tem alguém para ler, e entender o que se passa com sentimentos parecidos. =)

    ResponderEliminar
  4. Eu estou aqui! Também tenho longas conversas comigo mesma que não consigo expressar em lugar algum - nem no blog, nem nas consultas, nem com ninguém. Espero que apareça mais vezes! Um beijo!

    ResponderEliminar
  5. Como todos foram unanemes, sempre terá alguém aqui para le, para segui, para saber notícas!
    Eu era uma, que sempre dar umas voltas aqui, para ter notícias suas. Já que desde de 2009 sempre acompanhei seu blog, sua trajetoria aqui, suas lutas e vitórias. E muitas as vezes nos falamos pelos msn... que não existe mais, ou meu pelo menos deletei há muito tempo... perdir o contanto com muitas.

    Fico feliz que tenha se formadao. Que esteja fazendo outro curso... e se puder de-nos notícas.
    Sempre terá alguém aqui!

    Abraços,
    Lia*

    ResponderEliminar